Blog do Bruno Voloch

07/02/2011

MUDANÇA DE ENDEREÇO

Prezados leitores,

Este blog está agora em novo endereço: http://blogdobrunovoloch.blogosfera.uol.com.br/.

Para quem lê o blog por agregadores de RSS, o novo endereço do feed é http://blogdobrunovoloch.blogosfera.uol.com.br/feed/.

Por Interação às 14h36

Bota e Flu: 5 árbitros e 5 erros.

Taticamente o Botafogo foi melhor e mereceu vencer o clássico. Ponto.

O que se discute é a péssima arbitragem de Guttemberg de Paula Fonseca. Ele e seus dois assistentes, ou melhor 4 assistentes.

Rapidamente, sem me esforçar muito lembro de 5 situações discutíveis.

Começo pela explulsão de Valencia. A primeira falta cometida pelo jogador não era para amarelo, Guttemberg aplicou e ficou ele, o árbitro, pendurado. Quando Valencia derrubou Herrera, falta para amarelo, acabou expulso.

A falta que originou a explusão de Marcelo Mattos também era para cartão amarelo. Como havia expulsado Valencia, nada melhor que 'empatar o jogo'. Outro erro.

E o chute de Renato Cajá ?

A bola entrou e para que afinal serve o árbitro-adicional ? E o assistente não viu ? 

Nesse lance dá até para livrar a cara de Guttemberg, mas não dos assistentes. 

Se Fred toca na bola ou participa do lance do segundo gol do Fluminense,  Rafael Moura está impedido. O árbitro não toma conhecimento e confirma o gol tricolor.

Loco Abreu e Fred ?

O que foi aquilo ?

Troca de empurrões, xingamentos de ambas as partes e os dois seguiram firmes até o o fim da partida. 

De qualquer forma, o primeiro clássico de 2011 mostrou um Botafogo forte, determinado e a cara do treinador Joel Santana.

O Flu tem pontos fracos na defesa. Sem Conca, que ontem não compareceu, e com Fred bem marcado, Muricy precisa encontrar alternativas.

Por Bruno Voloch às 10h31

Pinheiros está 'matando' Gustavo, o último dos galácticos

Gustavo, o gaúcho, como é conhecido no esporte, não merece o que está passando.

Campeão olímpico, mundial e com várias ligas mundiais no currículo, Gustavão é a própria imagem do desânimo nesse apático time do Pinheiros.

Gustavo não está acostumado a perder, talvez seja essa a diferença.

A gente encontra em quadra um Gustavo triste, acanhado e desmotivado pelas circunstâncias.

É lamentável.

Gustavo tem muita bola, potencial, mas está claramente contaminado pela pobreza técnica do time.

Sua fisionomia a cada pedido de tempo reflete a mais pura realidade do Pinheiros. 

Capitão, Gustavo fez contra o Minas 5 pontos, sendo que desses 5, 3 foram de bloqueio. Aliás, acreditem ou não, Gustavo foi o único jogador do Pinheiros que bloqueou na derrota para os mineiros.

O vôlei masculino do Pinheiros já não é grande faz tempo e chegar entre os 8 já será uma vitória. O Pinheiros não pode e nem deve sonhar com nada além disso na superliga. O grupo não tem um comando aparente e Giba está fazendo muita falta como era de esperar.

Sem poder contar com Giba, o Pinheiros agora está 'matando' o último dos galácticos. Gustavo está perdendo a motivação a cada derrota. Tomara que Mauro Grasso tenha a sensibilidade e tente salvar o único jogador do atual elenco ainda diferenciado.

Triste constatação.        

 

Por Bruno Voloch às 09h52

Fenerbahçe vence mais uma na Turquia e segue em segundo lugar

O Fenerbahçe de José Roberto Guimarães segue firme na luta pelo título nacional.

Jogando em casa pela décima segunda rodada, o time ganhou fácil do Galatasaray da brasileira Érika por 3 a 0. As parciais foram de 26/24, 25/22 e 25/21. O Fenerbahçe soma agora 33 pontos e é vice-líder da competição.

Essa foi a sexta derrota do Galatasaray que soma 18 pontos em sexto lugar. 

O líder ainda é o Eczacibasi. Comandado pela oposta Darnel, o time da norte-americana Bown e da italiana Del Core passou com tranquilidade pelo Nilüfer por 3 a 0 e alcançou 34 pontos. 

Na cola dos dois está o Vakifbank da polonesa Glinka que ganhou outra. Dessa vez a vitória foi sobre o Dicle Univesitesi também por 3 a 0. O Vakifbank também tem 33 pontos.

Eczacibasi e Vakifgunes ainda sonham com o título da Champions League. Nos jogos de ida da segunda fase da competição, o Eczacibasi fez 3 a 0 no Cannes na França e o Vakifbank passou pelo Bielsko Bialka da Polônia por 3 a 1.     

 

Por Bruno Voloch às 09h02

Marcelinho ganha outra na Itália e Rapha é eleito melhor em quadra na vitória do Trentino

O fim de semana foi de vitórias para os levantadores brasileiros na Itália.

Rapha foi o MVP da partida entre Trentino e Macerata. O Trentino venceu por 3 a 2 e manteve a liderança isolada do campeonato com 49 pontos. O Macerata é terceiro com 37 pontos.

O Treviso de Marcelinho fez 3 a 0 no Piacenza. Marcelinho esteve em quadra nos dois primeiros sets e o oposto Fei foi novamente o maior pontuador da partida com 23 pontos. O Treviso segue em quarto com 34 pontos.

Fora de casa, o Cuneo do levantador Grbic fez 3 a 1 no Latina e se manteve na segunda colocação com 40 pontos.

O Castellana Grotte de Evandro e Bob derrotou o Forli por 3 a 2. Evandro fez 21 pontos e Bob marcou 6. Apesar da vitória, o time segue na zona do rebaixamento com 8 pontos em décimo terceiro lugar.

O oposto Lorena fez apenas 5 pontos e não conseguiu evitar a derrota do San Giustino para o Verona por 3 a 1. O time do brasileiro Lorena é décimo com 20 pontos, enquanto o Verona está em sétimo com 26.

Nos demais resultados, o Modena bateu o Valentia por 3 a 0 e o Brianza ganhou do Roma por 3 a 1.    

Por Bruno Voloch às 08h50

06/02/2011

Contusão de Jaqueline deu sobrevida ao Pinheiros mas não ameaçou vitória do Osasco

O jogo caminhava para um 3 a 1 de Osasco contra o Pinheiros.

Numa jogada aparentemente nornal, Jaqueline tentou defender uma bola e estranhamente não levantou mais.

Osasco tinha vantagem no placar e a partir daquele momente caiu de produção dando ao Pinheiros uma sobrevida na partida.

As jogadores de Osasco sentiram nitidamente a constusão de Jaqueline e 'saíram' da partida. O Pinheiros soube aproveitar o lado emocional de Osasco e ganhou quarto set.

Não sei se venceria em condições normais, acho complicado. A justiça de qualquer forma foi feita no quinto set com a vitória do time comandado por Luizomar de Moura.

Osasco consegue a cada jogo diminuir o número de erros e ser mais regular. O Pinheiros segue inconstante e inexplicavelmente inseguro em quadra. Soninha foi a única que se salvou.

Mas bonito mesmo foi ver o desempenho de Osasco no bloqueio. 26 pontos contra apenas 11 do Pinheiros. Adenízia, Thaísa e Jaqueline se destacaram nesse fundamento. As 3 foram impecáveis e Osasco anulou as principais jogadas de ataque do Pinheiros.

Carol jogou melhor que Fabíola. Aliás, a levantadora da seleção esteve apagada. Faltou criatividade e em alguns momentos raciocínio para Fabíola.

Sassá segurou a ponta em várias passagens e Natália, sempre ela, decisiva no ataque. Osasco não pode se iludir e pensar que Samara poderá substituir Jaqueline.

Apesar de jovem e promissora, Samara não aguentaria a pressão. Sem Jaqueline, Osasco perde no ataque e no volume de jogo.

O Pinheiros segue despencando na tabela. 4 derrotas seguidas e sem mostrar poder de reação. A verdade é que só sobreviveu contra Osasco por causa da contusão de Jaqueline.        

Por Bruno Voloch às 13h01

Sobre o autor

Carioca, tem mais de 20 anos de profissão. Iniciou a carreira na extinta TV Manchete em 1988. Foram 6 anos até ser contrato pela Band Rio em 1994. No ano seguinte estava no Sportv/Globo onde foi idealizador e apresentador do programa Supervolley. Atuou como repórter de 1995 até 2003, e participou da cobertura dos campeonatos brasileiros de 1995 a 2003 em jogos ao vivo. Em 2004 se transferiu para o Bandsports, onde criou e comandou os programas "Roda de vôlei "e Linha de 3". Foi apresentador e comentarista de vôlei e basquete do canal. Em 2008 acumulou a função de diretor de jornalismo até setembro de 2009. De 2007 até 2009 foi colunista da rádio Bandnews FM do Rio e trabalhou nos jornais Lance e Jornal dos Sports. Participou da cobertura de 3 Copas do Mundo, 3 Olimpíadas e das últimas 3 últimas edições do Pan. Hoje é colunista do Jornal do Brasil e comenta futebol para a Bandnews FM/Rio de Janeiro e rádio Terê FM/Rio de Janeiro. É especialista em vôlei.

Sobre o blog

Opinião e informação sobre o que de mais relevante ocorre no vôlei no Brasil e no mundo.

Histórico

© 1996-2009 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.